Bicicleta: Qual a melhor para viajar?

artigo publicado em 30/06/2016



voltar

Descubra quais as melhores bikes para viajar

Quando o assunto é realizar uma viagem mais longa de bicicleta, um dos pontos mais importantes é o modelo usado. Embora seja uma questão de gosto e estilo, algumas marcas podem ser mais populares no mundo do ciclismo. Portanto, preparamos uma lista com as bikes mais comuns para você voar baixo pelo mundo.

Confira e escolha a que mais se adapta a você.

Antes de definir a sua predileta, tenha em mente alguns fatores primordiais para ajudar na sua decisão. Basicamente, tente ver além das aparências e dê preferência àquelas bicicletas que sejam mais práticas. Escolha as  que vão te dar menos dor de cabeça durante um percurso que pode durar dias ou, quiçá semanas e meses.

Versatilidade ajuda muito: Um viajante precavido tenta evitar problemas no caminho. Nem sempre conseguimos prever as situações, para isso que você deve optar por bikes mais fáceis de montar e de trocar peças. É necessário que sua bicicleta seja resistente e ande bem tanto no asfalto quanto em estradas de terra.

Qualidade nos componentes é imprescindível: Não se engane pela economia que a bicicleta proporciona em relação ao carro. Quando estamos falando de meios de transporte, considere que qualquer tipo, tanto bicicletas, motos ou pedalinhos precisam ser bons o bastante. Se tiver alguma peça frágil, troque-a por algo de mais qualidade.

Atenção às marchas e suspensão: Na hora de escolher sua bicicleta para viagem, esses dois fatores devem ser cruciais. Você precisará de uma boa suspensão por causa do peso extra que carregará. As marchas devem ser mais leves para que possa fazer subidas com uma carga maior.

Alguns acessórios são primordiais: Embora muita gente acredite que eles são opcionais, alguns podem facilitar e muito a sua vida enquanto estiver viajando de bicicleta. Esse é o caso da campainha (buzina), da lanterna e do espelho retrovisor. No caso desse último, escolha um amplo e plano. Também tente ter um descanso lateral mais resistente.

Agora, vamos à lista das melhores bikes para viajar, de acordo com os usuários:

Thorn tem linha de viagem favorita entre ciclistas:

Site: http://www.thorncycles.co.uk/bikes

Preços: Entre R$5 mil e R$12 mil

Thorn Raven é uma das melhores bikes para viajar

Não é à toa que a Thorn é a marca preferida de 90% dos ciclistas para longas distâncias.

Originária do Reino Unido, essa belezura bate recordes de vendas e é a mais indicada pelos britânicos que fazem viagens de volta ao mundo.

São vários os modelos disponíveis para isso e muitos optam pelo Thorn Raven, por exemplo. O Thorn Sherpa é outro que costuma estar bem avaliado pelos usuários. Os turistas de bike falam muito bem também do Thorn Nomad. Enfim, a lista é longa, mas vamos tentar falar um pouco de cada uma.

Thorn Raven Tour: £1,3 mil (≅ R$ 6,5 mil)

O modelo Thorn Raven Tour é um dos mais indicados para cicloturismo. Diversos ciclistas que fizeram percursos de mais de 10 mil quilômetros ao redor do mundo utilizaram essa bike. Portanto, ela é extremamente duradoura, o que pode ser uma mão na roda para quem deseja viajar de magrela.

Prós da Thorn Raven:

  • Otimizada para usar cubo Rohloff;
  • Confiável;
  • Confortável;
  • Resistente;
  • Baixo custo de manutenção;
  • Leve para pedalar;
  • Bom suporte ao consumidor.

Contras da Thorn Raven:

  • Seus quadros de aço pesam cerca de 15kg, o que pode ser difícil de carregar, caso precise levantar sua bike;
  • O valor de frete para o Brasil é absurdo, e você ainda pode pagar por taxas e impostos.

Você pode escolher usar cubo Rohloff. Esse sistema unifica as vantagens do câmbio de marchas com corrente, mas elimina seus pontos negativos. Portanto, é leve, eficiente, não suja nem se desgasta facilmente. E o modelo Speedhub 500/14 sintetiza bem isso.

--------------------------

Thorn Sherpa: £1,3 mil (≅ R$ 6,5 mil)

Thorn Sherpa é uma das melhores bikes para viajar

Se você vai encarar longas distâncias, a simplicidade deve ser sua marca número um. E isso que faz da Thorn Sherpa uma das melhores bikes para viajar. Com dez diferentes tamanhos, esse modelo é bem versátil. E tem diversas características positivas.

Prós da Thorn Sherpa:

  • Estabilidade incrível;
  • Aguenta de 28kg até 40kg de bagagem, mantendo bem o equilíbrio;
  • Rodas 26, ideais para viagens longas;
  • Ótima tanto para rodovias quanto para estradas com condições ruins.

Contras da Thorn Sherpa:

  • O valor de frete para o Brasil é absurdo, e você ainda pode pagar por taxas e impostos.

--------------------------

Thorn Nomad: £2,3 mil (≅ R$ 10 mil)

Thorn Nomad é uma das melhores bikes para viajar

Outro modelo dessa marca muito usado por cicloturistas é a Thorn Nomad. Ela também suporta bem as longas distâncias e pode estar entre as melhores bikes para viajar. Por ser feita de aço, é pesada, mas de reparação mais fácil que uma de alumínio.  

Prós da Thorn Nomad:

  • Forte e resistente: ideal para viagens pela América do Sul, por exemplo;
  • Aguenta pesos tão bem que o ciclista se sente melhor viajando com bagagem do que sem;
  • Fácil manutenção;
  • Design simples e eficiente.

Contras da Thorn Sherpa:

  • Pesadas (em torno de 20kg);
  • Não vêm com suspensão;
  • Mais cara que os demais estilos da Thorn.
  • Novamente, você pode ter problemas com o valor do frete para o Brasil e com os impostos e taxas cobradas pelo governo para importação.

 

Bicicletas do modelo Touring da Surly se adequam ao bolso do ciclista

Site: http://surlybikes.com/

Preços: Entre R$3 mil e R$10 mil

Surly é uma das melhores bikes para viajar

Dentre as melhores bikes para viajar, as da marca Surly estão no topo da lista da preferência dos norte-americanos. E a principal razão principal para isso é o preço mais atraente do que de seus principais concorrentes. Uma Surly Long Haul Trucker, por exemplo, é duas vezes mais barata do que uma Thorn ou Koga.

Esse modelo, aliás, tem sido muito bem avaliado pelos cicloturistas.

É indicada por mais de 90% dos usuários, com notas máximas na maioria dos comentários pela Internet. Certamente, é uma ótima oportunidade para quem vai fazer viagens longas. 

------------------------------

Surly Long Haul Trucker: US$ 1 mil (≅ R$ 3,5 mil)

Se você quer uma bicicleta que dure a vida inteira, essa pode ser sua melhor opção. Resistente e leve para pedalar ao mesmo tempo,  sendo considerada entre outras bikes para viajar a melhor.

Prós da Surly Long Haul Trucker:

  • Estável, durável e confortável;
  • Pneus largos;
  • Fácil de pedalar;
  • Quadros de aço fáceis de absorver o impacto;
  • Ótima para passeios curtos e longos;

Contras da Surly Long Haul Trucker:

  • Usuários recomendam trocar o assento antes de viagens longas;
  • Os freios também receberam críticas de ciclistas.

------------------------------

Bicicletas do modelo Koga Touring estão entre as prediletas

Site: http://www.koga.com/en/bikes/city-and-touring/collection

Preços: Entre R$ 4 mil e R$ 7 mil

Koga é uma das melhores bikes para viajar

Essas belezuras originárias da Holanda costumam ser muito indicadas por ciclistas europeus. Por serem construídas manualmente, acabam tendo uma qualidade superior a algumas outras marcas.

No Bike Radar, mais de 90% dos usuários deram nota máxima para as bicicletas da Koga Touring.

Alguns ciclistas famosos, por exemplo, como Nicolai Bangsgaard, percorreram milhares de quilômetros com uma Koga. Alguns pedalaram mais de 110 mil km pelos cinco continentes. Isso significa que, assim como as Thorn e Suly, essas também podem ser muito duráveis.

São diversos modelos de bikes da Koga propícios para viagens longas. Os principais deles são o WorldTraveller, Distance, o RoadSpeed e o Confidence. Cada um deles tem suas vantagens e suas fraquezas. Basta escolher um e aproveitar o que eles têm de melhor.

Koga WorldTraveller: £1,6 mil (≅ R$ 7 mil)

A Koga WorldTraveller é uma das melhores bikes para viajar. E isso se deve à sua resistência. Mais leve que as Thorn, por exemplo, por ser de alumínio, a Koga chama a atenção de muita gente. Esse modelo ainda vem com lanternas modernas, bagageiro, garrafa d’água e espaço para colocá-la.

As rodas são de aro 700c e os freios são no estilo V-brake. Seus componentes são da Shimano Deore LX, que, embora não sejam top de linha, chegam bem perto disso. Ela é ideal para percorrer longas distâncias.

Prós da Koga WorldTraveller:

  • Quadro de alumínio de altíssima qualidade;
  • Rodas de 29”, que estabilizam melhor para viagens com muita bagagem;
  • Freios hidráulicos Magura HS-11;
  • Sistema de iluminação.

Contras da Koga WorldTraveller:

  • O valor pode ser um pouco mais elevado em relação a outras marcas;
  • Frete para o Brasil a um preço exorbitante e ainda corre risco de ser taxado.

 

Santos tem uma das melhores bikes para viajar

Site: http://www.santosbikes.com/

Preços: De R$ 5 mil a R$20 mil

Santos Travel Master é uma das melhores bikes para viajar

Outra marca holandesa que tem se destacado no mercado é a Santos. Essas gracinhas têm ganhado popularidade nos últimos anos. Seus usuários a descrevem como um modelo cheio de atenção aos detalhes e com uma ampla variedade de opções para o cicloturista.

Santos Travel Master: £1,8 mil (≅ R$ 7,5 mil)

A linha Travel Master da Santos traz diversas inovações e agrada muitos ciclistas. Certamente, é um modelo interessante para longas viagens. Sua principal marca é a resistência.

Prós da Santos Travel Master:

  • Bom quadro de alumínio, assim como a Koga;
  • Resistente e duráveis;
  • Fácil manutenção.

Contras da Koga WorldTraveller:

  • Os pedais são um pouco desconfortáveis, como sugerem usuários;
  • O valor pode ser um pouco mais elevado em relação a outras marcas;
  • Frete para o Brasil a um preço exorbitante e ainda corre risco de ser taxado.

E para você? Qual é a melhor opção de bicicleta para viajar? Além da Thorn, Koga, Surly e Santos, existem diversas outras marcas e modelos que podem se adequar ao seu estilo.

Encontre a melhor para você e é só partir para a estrada!

 



Recomendados para você

Receba promoções em seu e-mail

Junte-se a mais de 20.000 leitores e receba preço de viagens em promoção, artigos e notícias sobre turismo alternativo.

Publicidade