Viajar de moto em comboio, em dupla ou sozinho? Qual a melhor forma?

artigo publicado em 08/06/2016



voltar

Muitas vezes temos vontade de viajar e às vezes nos podemos quando pensamos que talvez você precise se agendar para ir com companhia. E às vezes estamos já em um local de viagem e o grupo decide que quer fazer algo que você não tem nem um pouco de interesse, mas acaba topando por quê se não vai acabar ficando sozinho, ou vai atrapalhar a viagem da turma. Esse tipo de pensamento é importante sempre ter antes de pensar em sair de casa, para evitar transtornos e arrependimentos. Irei apresentá-los uma lista de vantagens e desvantagens de cada forma de viajar de moto: em comboio, em dupla ou sozinho.

Preparando sua saída

 

Comboio: Se você estiver em um grande grupo,  prepare-se para nunca sair no horário planejado. Cada pessoa tem a sua própria maleabilidade de horários e compreensão do que é atraso ou não, e se você for alguém muito exigente com o cumprimento de horários, se prepare para enfrentar frustrações atrás de frustrações. Muitas vezes você terá que encontrar pessoas no meio do caminho e ir parando em determinados pontos da viagem, se nem todas as pessoas morarem muito perto, o que também pode entregar alguns contra-tempos como as pessoas parando para conversar e debater coisas mais de uma vez, afinal de contas, se tem novos pontos de vista sobre o mesmo assunto. Fato que pode acabar decidindo sua dúvida entre viajar de moto em comboio, em dupla ou sozinho.

 

Duplas: Todos temos aquele melhor amigo que sempre te acompanha em tudo que você faz, inclusive viajar. A maioria das vezes você conseguirá administrar bem o tempo nesse caso, visto que você só precisa lidar com a margem de atraso de uma única pessoa, e as pertinências que só ela consegue gerar. Compreendendo as limitações de horário que seu companheiro de viagem tem vai lhe poupar bastante dor de cabeça e salvar motivos para você começar a sua viagem frustrado. Normalmente nesse tipo de viagem, você encontrará seu colega em um ponto fixo, e à partir daí não terão mais paradas para esperar ninguém, o que facilita o cumprimento do horário e das medidas da rota que for seguir.

 

Sozinho: Você comanda seu horário, e organiza suas próprias rotinas. Se de repente você acordar com sono ainda e quiser extender o horário e ir um pouco mais tarde, você não estará decepcionando ninguém e não estará atrapalhando a viagem; afinal ela depende único e exclusivamente de você. A garantia ou não garantia de que a sua partida vai dar certo é responsabilidade sua, o que não resta espaço para ficar irritado ou frustrado com o tempo que os outros iriam tomar.

Rodovia

 

Comboio: em grandes grupos a viagem normalmente não será em ritmo alto, visto que cada pessoa tem a sua velocidade e a sua intensidade de viagem. Além do fato de que cada moto tem a sua kilometragem de abastecimento e a força individual do motor. A não ser que todos tenham motos muito parecidas ou todas sejam muito potentes, você não conseguirá manter um ritmo muito alto para viajar; não que isso seja muito importante. Se prepare também para fazer paradas em acostamentos depois dos pedágios, pois em um grupo grande, as pessoas podem acabar se espaçando muito do primeiro para o último lugar e a viagem de comboio não ficar tão de comboio assim, aonde vão se formando pequenos grupos com o decorrer da viagem. Normalmente o "ponta" (motociclista que fica em primeiro lugar e comanda a direção da viagem) será a pessoa com menor cilindrada e menor ritmo de velocidade, que vai definir o quão rápido todo grupo vai andar, para evitar de deixar os companheiros para trás.

A maior vantagem que você encontrará é a formação de duplas durante a viagem, que torna o rodar de moto muito mais seguro e evita em muito os espertões que te empurram para o canto da faixa com o carro, ou que ficam "empurrando" a sua moto para que você acelere mais, ou que saia da frente. (é bem improvável alguém ser corajoso desse tanto quando um clube de motos está caminhando na sua frente)

 

Em dupla: A lógica pode ser usada para uma viagem em dupla, aonde o ritmo vai ser definido pela velocidade do mais lento, com a vantagem de que não são necessárias paradas para esperar seu companheiro, visto que ele estará sempre ao seu lado. Os pedágios não serão problemas também, pois vocês estarão sempre muito próximos, o que poupa até ter que olhar frequentemente para o retrovisor para checar como está o grupo. O ritmo de abastecimento se manterá bom, visto que não preencherão o posto inteiro com motos para encher o tanque.

A formação de dupla se mantém, porém muito mais compacta. A segurança ainda é viável, visto que você e seu parceiro ocuparão uma faixa inteira e não deixarão brecha para serem empurrados para o canto da faixa. Em contra-mão, ainda haverão os velocistas de rodovia que se acharão no direito de ficar mandando farol alto e te empurrando para que você acelere mais.

Sozinho: A sua velocidade e a sua vontade é a velocidade máxima da viagem. Você pode resolver ir bem devagar em determinados pontos e ir muito rápido em outros, e não haverá contestações nem reclamações. A única preocupação ao olhar para o retrovisor é de checar se alguém está se aproximando e suas paradas são o mínimo necessário para manter a sua moto rodando na viagem.

Andar sozinho na rodovia acaba oferecendo muitos riscos, um deles é certamente os clássicos espertões que resolvem fazer uma ultrapassagem e forçam a sua moto para o canto da faixa para que eles caibam entre você e outro carro ou você e um caminhão, isso quando não te pressionam para o acostamento. Dificilmente você será "empurrado" pelos carros, pois eles sempre tentarão te podar pelo lado, fator que pode ser predominante para definir se você viajará de comboio, em dupla ou sozinho.

Paradas

 

Comboio: Prepare-se para fazer muitas paradas, pois cada um tem um rítmo particular de fome, de sede, de vontade de ir no banheiro. Alguns grupos até aderem à regra de paradas fixas, outros aderem ao fato de você parar sozinho no posto e alcançá-los depois, de tantas que podem ser as paradas. Muitas vezes você vai querer parar para admirar alguma paisagem que talvez os outros não estejam tão interessados ou vice e versa. Muitos fatores negativos influenciam um grupo muito grande quando se trata de fazer as paradas. A maior desvantagem é que cada vez que o grupo parar, todas as motos devem ser estacionadas e todas as pessoas tomam seu tempo para fazerem o que tem vontade, e para os mais rápidos e objetivos isso pode ser extremamente maçante, enquanto os mais lentos podem sentir que estão incomodando e não aproveitando o tempo que gostariam de estar aproveitando. Outra coisa que pode condenar uma viagem de comboio na hora de decidir se é melhor viajar de comboio, em dupla ou sozinho.

Em dupla: Dificilmente você não conseguirá convencer ou ser convencido a fazer algo quando se está em dupla. Por mais que as vezes você tenha que ceder ou tenham que ceder para você uma parada extra ou uma esticada em algum lugar, será minoritário o tempo excedido perto de um comboio. Você poderá ver todos os pontos que tiver interesse com um pouco de paciência, e não se incomodará tanto em deixar seu companheiro fazer as coisas que tem vontade.  As paradas para comer podem ser mais sincronizadas e os momentos de ir ao banheiro serão menores e menos frequentes.

Sozinho: Você para aonde quiser e faz o que você quiser, a hora que quiser e como quiser. Se você tiver vontade de parar em todo ponto turístico, comer em todo posto e usar todos os banheiros do caminho, isso vai atrapalhar só você e não incomodará mais ninguém. Não será um empecilho para os outros e você não terá dores de cabeça com as vontades dos outros. Certamente você não terá quem segure a câmera para tirar uma foto sua em frente à uma paisagem, então pratique tirar selfies se você tem pretenção de guardar recordações.

Companheirismo

Englobarei todos nesse tópico pois eles precisam ser comparados. Em comboio certamente não faltará pessoas e oportunidades para fazer o que quer que você tenha em mente durante a sua viagem. Você dificilmente ficará sozinho ou entediado, o que se parece bastante com viajar em dupla, com a diferença que quando alguém estiver cansado, vocês terão que fazer uma pausa até que se recomponham. Agora viajando sozinho, você terá que lidar com a sua própria companhia toda vez, sem contestação; e isso você julga se é bom ou ruim.

E aí, definiu se vai viajar de moto em comboio, em dupla ou sozinho? Qual é melhor? Você decide.



Recomendados para você

Receba promoções em seu e-mail

Junte-se a mais de 20.000 leitores e receba preço de viagens em promoção, artigos e notícias sobre turismo alternativo.

Publicidade