Argentina de carro – como, quando e onde ir?

artigo publicado em 10/06/2016



voltar

Uma alternativa bastante viável e interessante de viagem está bem mais próxima do que muitos imaginam, com diversas vantagens e facilidades em relação a outro roteiro que demande mais tempo e recursos. Estamos falando de uma viagem de carro pela Argentina, que pela proximidade geográfica, pelos atrativos naturais e pela relativa facilidade com o idioma pode ser uma excelente alternativa para as férias ou mesmo para períodos mais curtos.

Quem mora na região sul do Brasil, principalmente no litoral, já está acostumado com a presença de nossos Hermanos, que em geral invadem as praias brasileiras no período do verão e é frequente encontrar moradores dessa região que incluem o país vizinho em seus roteiros de viagem, entretanto, visitar a Argentina de carro é possível para todos os brasileiros, independente da região em que vivam.

 

Itens obrigatórios e legislação

O acordo do Mercosul possibilita o trânsito de seus habitantes entre os países membros do bloco sem muita burocracia. É preciso estar apenas com os documentos do carro, preferencialmente em nome do proprietário, documento de identidade para todos os passageiros, e uma CNH válida, não sendo necessário que a habilitação seja internacional.

Assim como no Brasil, alguns itens de segurança são obrigatórios no país vizinho, e antes de rumar para lá, verifique se estão no carro o cambão, triângulo, kit de primeiros socorros, apoio de cabeça no banco traseiro, e os básicos cintos de segurança, extintor e cadeirinha, no caso de viajar com crianças.

 

Fronteira Brasil-Argentina
Via Alta Montanha
Autora: Debora Hashiguchi

 

Como chegar

Dependendo da região do Brasil que será o ponto de partida para a viagem de carro pela Argentina, é possível escolher uma rota específica para entrar no país. Uma das mais comuns é por Foz do Iguaçu, no Paraná, a famosa tríplice fronteira. A estrada de acesso é bem confiável, a BR 277, e pode ser alcançada tanto por Curitiba, como em diversos outros pontos do estado, já que ela atravessa o Paraná de Leste a Oeste. Na região da fronteira, alguns atrativos valem a pena, como a Hidrelétrica de Itaipu, o Parque Nacional das Cataratas e outras atrações naturais na região.

Existem ainda diversos outros pontos de fronteira na região sul do país, já que grande parte dela faz divisa com a Argentina, e se o viajante desejar fazer rotas mais alternativas, não haverá grandes empecilhos. Outra porta de entrada importante é pelo Rio Grande do Sul, onde duas rotas se destacam: por Porto Alegre, seguindo pela BR 116 até Pelotas, pegando depois a BR 392 e pela BR 471 chegando até Chuí. Neste percurso chega-se primeiro ao Uruguai, e depois de passar por Colônia Sacramento é possível fazer a travessia para Buenos Aires. Outra rota é por Santana do Livramento, chegando à cidade uruguaia de Rivera e de lá indo até Cólon, já na Argentina. Também é possível ir pela cidade gaúcha de Uruguaiana, dependendo apenas do trajeto que você está disposto a fazer, do tempo disponível e do tamanho da aventura que está interessado.

Neste site você encontra todos os pontos de entrada do país, seja por fronteira seca ou por pontes:

E neste, os principais pontos turísticos espalhados pela Argentina:

Agora, confira alguns trechos específicos, de capitais brasileiras até algumas das principais cidades argentinas:

 

  • PORTO ALEGRE, RS – BUENOS AIRES (sentido Uruguaiana, RS)

Distância: 1.305 km

Pedágio (valor aproximado): R$ 12,60
Duração aproximada da viagem: 14h15

 

  • CHAPECÓ, SC – BUENOS AIRES (sentido São Borja, RS)

Distância: 1.351 km

Pedágio (valor aproximado): R$ 0,00
Duração aproximada da viagem: 15h50

 

  • DOURADOS, MS – BUENOS AIRES (sentido Foz do Iguaçu, PR)

Distância: 1.773 km

Pedágio (valor aproximado): R$ 31,70
Duração aproximada da viagem: 21h

 

  • BRASÍLIA, DF – BUENOS AIRES (sentido Foz do Iguaçu, PR)

Distância: 2.847 km

Pedágio (valor aproximado): R$ 93,50
Duração aproximada da viagem: 33h

 

  • NATAL, RN – BUENOS AIRES (sentido Foz do Iguaçu, PR)

Distância: 4.953 km

Pedágio (valor aproximado): R$ 86,60
Duração aproximada da viagem: 60h50

 

  • RIO DE JANEIRO, RJ – MENDOZA (sentido São Borja, RS)

Distância: 3.341 km

Pedágio (valor aproximado): R$ 84,40
Duração aproximada da viagem: 40h

 

  • CAMPO GRANDE, MS – BARILOCHE (sentido Foz do Iguaçu, PR)

Distância: 3.491 km

Pedágio (valor aproximado): R$ 45,40

Duração aproximada da viagem: 39h45

 

  • FLORIANÓPOLIS, SC – RIO GALEGOS (sentido São Borja, RS)

Distância: 4.237 km

Pedágio (valor aproximado): R$ 0,00

Duração aproximada da viagem: 46h10

 

  • SÃO PAULO, SP – BARILOCHE (sentido São Borja, RS)

Distância: 3.724 km

Pedágio (valor aproximado): R$ 31,20

Duração aproximada da viagem: 42h30

 

Roteiros pela Argentina

Quando se fala em Argentina, logo nos lembramos de Buenos Aires, do tango e do doce de leite, mas o país oferece inúmeras possibilidades de roteiros, desde os mais tradicionais, até os mais radicais, como a Terra do Fogo e a Patagônia. Cidades costeiras, como Mar del Plata também costumam atrair muitos turistas, principalmente no verão, e a cidade é verdadeiramente a “praia” dos portenhos, que migram para lá nos meses mais quentes do ano.

Vale a pena visitar alguns sites de viagens e especializados em turismo pela Argentina, e um deles é o Argentour.com, que além de locais turísticos, mostra ainda mapas e rotas pelo país, o que facilita a viagem. A malha rodoviária na Argentina se baseia em dois grandes eixos, as Rutas Nacionais, que equivalem às nossas “BRs” e passam por diversas províncias, e as Rutas Provinciais, que como o nome sugere, são mais localizadas e fazem a ligação entre cidades de uma mesma região.

 

Salto del Soldado
Via Panorâmio

 

Embora seja relativamente fácil se localizar no país vizinho, é importante lembrar que o planejamento e um bom aparelho de GPS são fundamentais para o sucesso da empreita, já que dependendo da região, não se terá acesso tão fácil à internet, principalmente se o roteiro incluir regiões mais remotas.

Seguem algumas opções de distâncias entre a capital da Argentina, Buenos Aires e as maiores cidades do país:

 

De Buenos Aires até:

  • CÓRDOBA: 696 km – 6h55 de viagem
  • ROSÁRIO: 298 km – 3h15 de viagem
  • SALTA: 1.466 km – 16h de viagem
  • SANTA FÉ: 468 km – 4h50 de viagem
  • CORRIENTES: 917 km – 10h de viagem
  • BAHÍA BLANCA: 636 km – 7h10 de viagem
  • LA PLATA: 58 km – 0h55 de viagem
  • MAR DEL PLATA: 415 km – 4h30 de viagem
  • SAN MIGUEL DE TUCUMÁN: 1.256 km – 13h05 de viagem

 

Quando for de carro para a Argentina

Esse é outro fator bem atraente quando se opta por fazer uma viagem de carro para a Argentina, já que por estarmos no mesmo hemisfério, é mais fácil saber como estará o tempo e o clima, fatores fundamentais para a definição da época da viagem. Por estar mais ao Sul, a Argentina não tem um clima tão tropical quanto o Brasil, e as praias, mesmo no verão, tem a água gelada o suficiente para abrigar leões do mar e outros animais do gênero. Portanto, não gaste muito tempo com o litoral, já que nesse quesito estamos muito melhor servidos do que eles.

Dessa forma, é de se considerar planejar a viagem para os meses mais frios do ano, o que abre a possiblidade de conhecer estações turísticas como Bariloche ou ainda descer mais o mapa e chegar ao “fim do mundo”, na famosa Terra do Fogo. Para os amantes do frio e para os curiosos por neves e temperaturas congelantes, a Argentina está logo ali, aguardando a todos com uma boa estrutura hoteleira, além de uma gastronomia ímpar.

 

Vinhedos de Mendoza
Via Viajar pelo Mundo

 

Como vimos, viajar de carro pela Argentina é uma excelente opção, que não exige muito tempo e que pode ser feita em família, com amigos ou na configuração que o viajante desejar. Basta estabelecer o roteiro, tomar as providências necessárias e partir para uma grande e inesquecível aventura, por um país encantador, ao mesmo tempo tão próximo e tão distante de nós brasileiros.



Recomendados para você

Receba promoções em seu e-mail

Junte-se a mais de 20.000 leitores e receba preço de viagens em promoção, artigos e notícias sobre turismo alternativo.

Publicidade