Rio Grande do Sul de carro – como, quando e onde ir?

artigo publicado em 10/06/2016



voltar

O Rio Grande do Sul é sem dúvida, um dos estados mais pitorescos do Brasil, não só por sua geografia, mas também por sua história, sua proximidade com os demais países da América Latina e por seus costumes, cultura e colonização, que formam um quadro singular e muito típico, e, portanto, um excelente atrativo para viajantes e turistas.

Muito mais do que o churrasco e o chimarrão, atrações gastronômicas obrigatórias, o Rio Grande do Sul apresenta, em suas mais diversas regiões, uma infinidade de pontos turísticos, cenários e paisagens que só podem ser contempladas com tempo e sem pressa, e essas características fazem de uma viagem de carro pelo estado uma excelente opção de viagem, seja nas férias, em um feriado ou mesmo em um fim de semana.

 

Como chegar

O estado faz divisa com Santa Catarina ao norte, com a Argentina a oeste, com o Uruguai ao sul e também possui um extenso litoral, banhado pelo Oceano Atlântico. As principais rodovias de acesso são a BR 116, que leva o viajante até a capital, Porto Alegre, e a BR 101, que margeia a costa, fazendo a ligação via litoral do estado. Ao longo de toda a divisa com o estado de Santa Catarina, são inúmeras as ligações, que vindas pelo interior dos dois estados, fazem a ligação entre o extremo sul do país e o restante das regiões brasileiras. Clique aqui para visualizar o mapa rodoviário do Rio Grande do Sul.

Se a distância for muito grande e o viajante preferir se deslocar de avião até Porto Alegre e só aí começar sua expedição pelas terras gaúchas, a capital conta com o Aeroporto Salgado Filho e uma grande rede de locadoras de veículos, o que pode facilitar bastante a vida dos aventureiros que pretendem conhecer apenas o Rio Grande do Sul de carro.

Veja algumas rotas que podem ser tomadas para convergir ao estado mais meridional de nosso país. Para isso, o parâmetro é a capital, Porto Alegre:

 

DE VÁRIAS CIDADES DO BRASIL RUMO A PORTO ALEGRE:

  • FEIRA DE SANTANA, BA: 2.987 km / 36h30 de carro / R$ 84,50 (pedágio)
  • CAICÓ, RN: 3.847 km / 48h15 de carro / R$ 84,50 (pedágio)
  • PALMAS, TO: 2.900 km / 32h45 de carro / R$ 131,10 (pedágio)
  • CARUARU, PE: 3.649 km / 45h20 de carro / R$ 84,50 (pedágio)
  • PONTA-PORÃ, MS: 1.262 km / 17h40 de carro / R$ 29,10 (pedágio)
  • RONDONÓPOLIS, MT: 1.905 km / 24h50 de carro / R$ 77,00 (pedágio)
  • BAURU, SP: 1.277 km / 14h50 de carro / R$ 77,00 (pedágio)
  • PETRÓPOLIS, RJ: 1.586 km / 18h15 de carro / R$ 99,40 (pedágio)
  • UBERLÂNDIA, MG: 1.701 km / 18h45 de carro / R$ 117,70 (pedágio)
  • VILA VELHA, ES: 2.072 km / 24h40de carro / R$ 123,30 (pedágio)

 

Usina do Gasômetro, Porto Alegre
Fonte: Blog Guia Viagens Brasil

 

Planejando o roteiro

A malha rodoviária gaúcha é bastante extensa, e são muitas as rotas possíveis, portanto, quanto maior for o planejamento e a logística, melhor será o resultado.

Partindo da capital, por exemplo, é possível alcançar todas as regiões do estado, e vale a pena reservar alguns dias para conhecer melhor a cidade de Porto Alegre, que oferece inúmeras atrações, tanto naturais quanto culturais. Uma visita indispensável é ao Parque da Redenção e à Usina do Gasômetro, atrações centrais e de fácil acesso, e da mesma forma o Porto da cidade, onde é possível conhecer um pouco mais da geografia e da história da cidade. Porto Alegre oferece ainda diversas atrações gastronômicas, entre elas o famoso churrasco gaúcho, preparado e servido de maneira peculiar. Além disso, vale conhecer a vida noturna da capital, com seus diversos bares e casas de shows que contemplam os visitantes com os mais variados espetáculos e gêneros musicais, fazendo da capital um dos polos culturais do país.

Outro destino imprescindível é a Serra Gaúcha, um complexo com dezenas de cidades que oferece clima diferenciado e gastronomia própria, entre diversos outros atrativos naturais e culturais, como o Festival de Cinema de Gramado e os hotéis e pousadas de serra de Canela e região. Vale a pena reservar também alguns dias para essa região, já que é nela que se produzem os bons vinhos fabricados no país, e é indispensável visitar as degustações e quem sabe até conhecer algumas vinícolas. O site Serra Gaúcha traz excelentes dicas sobre esse polo turístico do Rio Grande do Sul, que está entre os mais importantes do país.

 

Os Pampas e a região das Missões

Mas não só de Porto Alegre e da Serra é feito o Rio Grande do Sul. Outras regiões são tão importantes quanto, e apresentam atrativos espetaculares, principalmente para uma viagem de carro. Indo em direção à Argentina, mais ao sul, está a região conhecida como Pampa, e mais a noroeste, outra região importante, a das Missões.

Para conhecer verdadeiramente o povo gaúcho, é preciso que o visitante passe por essas regiões e perceba a sua forma de vida, seus valores e sua ligação direta com a terra e as tradições. Em imensas áreas de terra são criados as melhores raças de gado do país, e o gaúcho verdadeiro habita essas regiões, onde é possível conhecer todo o referencial histórico e cultural de um povo tradicionalista e forte.

 

Ruínas de São Miguel das Missões
Fonte: Wikipedia

 

Para os viajantes interessados em História, e na História do Brasil, uma visita por essas regiões é obrigatória, e vale a pena inclui-las no roteiro de sua viagem de carro pelo Rio Grande do Sul. Paisagens deslumbrantes e uma cultura viva e presente em cada detalhe esperam por todos os aventureiros.

Algumas distâncias entre grandes cidades gaúchas e a histórica cidade de São Miguel das Missões:

 

  • CAXIAS DO SUL: 466 km / 6h15 de carro / R$ 17,20 (pedágio)
  • PELOTAS: 546 km / 7h de carro / R$ 9,70 (pedágio)
  • URUGUAIANA: 340 km / 4h de carro / R$ 0,0 (pedágio)
  • ERECHIM: 330 km / 4h20 de carro / R$ 0,0 (pedágio)
  • PALMEIRA DAS MISSÕES: 188 km / 2h30 de carro / R$ 0,0 (pedágio)
  • BENTO GONÇALVES: 436 km / 5h40 de carro / R$ 17,20 (pedágio)

 

Quando ir

O Rio Grande do Sul é lembrado sempre pelas baixas temperaturas, principalmente na região da Serra, e, portanto, é grande o fluxo de visitantes durante o inverno. Essa é realmente uma boa época para conhecer o estado, e planejar sua viagem, levando sempre em conta que é preciso caprichar nos agasalhos e estar preparado para baixas temperaturas. Entretanto, é possível planejar a viagem também durante as demais estações do ano, já que as atrações não se restringem ao interior do estado e estão também no litoral.

 

Neve em Gramado
Fonte: Blog Viajar Gramado

 

É no Rio Grande do Sul por exemplo, que está a maior praia do Brasil em extensão territorial, e ao longo de centenas de quilômetros de praias estão cidades e portos importantes, além de balneários que contemplam os mais variados gostos de seus visitantes. Logo, ao contrário do que usualmente se imagina, você e seus amigos ou sua família podem planejar sua viagem de carro pelo Rio Grande do Sul em qualquer época do ano, tendo a garantia de uma excelente estada e de contar com atrativos das mais diferentes naturezas.

É sem dúvida uma das mais interessantes regiões do Brasil, que abriga um povo hospitaleiro e orgulhoso de seu passado, e que constrói o futuro de maneira altiva e alegre. Um roteiro inesquecível para uma viagem de carro, seja qual for o tempo disponível, e que com certeza, irá deixar nos visitantes um desejo de retornar e conhecer ainda mais as belezas e o jeito único dessa terra fronteiriça, já quase em outro país, mas que é parte integrante e importante desse grande e gigantesco país.



Recomendados para você

Receba promoções em seu e-mail

Junte-se a mais de 20.000 leitores e receba preço de viagens em promoção, artigos e notícias sobre turismo alternativo.

Publicidade