Ética na Carona

artigo publicado em 26/06/2016



voltar

Já imaginou o quão rentável pode ser compartilhar uma corrida de carro com alguém? Tanto para quem oferece (que pode dividir o dinheiro da gasolina), quanto para quem recebe a carona (que economiza no uso do seu próprio carro ou na manutenção do mesmo). Mas qual é a maneira correta de se comportar com o outro, quando você o conhece apenas por um perfil de rede social?

Existe algum código de ética na prática da carona solidária? Como se dirigir à pessoa que você está recebendo no seu carro? Sobre o que falar? Até que ponto deixar fluir a conversa? Posso marcar sobre um próximo round de carona, até mesmo para outros destinos?

Não se preocupe, é normal esse tipo de questionamento sobre éticas e condutas em relação a caronas.

Principalmente se tratando de um serviço que está ganhando a devida notoriedade faz pouco tempo no nosso país. Então iremos tirar as suas dúvidas!

 

Quanto ao destino

É importante esclarecer que existem diversos aplicativos e sites direcionados a esse objetivo, cada um possui seu próprio código de ética em relação a distancia ou sobre como aplicar os preços. A maioria costuma oferecer uma sugestão de preço a ser cobrado pelo condutor ou oferecido pelo passageiro, mas basicamente nenhum o faz de maneira obrigatória.

Outros aplicativos preferem dar ao motorista a oportunidade de dizer quanto pede para dar carona a alguém até determinado destino e o passageiro também pode dar uma oferta. Tudo isso em um momento prévio ao da carona, normalmente via comentários na própria plataforma online, assim evita debates entre pessoas que divergem do preço uma da outra e até mesmo possíveis conflitos.

As taxas que estão vinculadas à ética na carona podem variar entre destinos locais (sem sair da cidade), intermunicipais, interestaduais ou até mesmo internacionais. O recomendável é que você procure entre os diversos aplicativos de carona solidária qual o melhor que se adapta ao seu caso.

Por exemplo, se caso precisar urgentemente de uma viagem para um determinado trecho, é melhor que procure um site que disponha de várias ofertas para a sua cidade e que você não seja tão exigente quanto ao preço, já que o seu caso é urgente. Mas se estiver procurando com antecedência, terá tempo de pesquisar.

 

Sobre relações interpessoais na carona solidária

Já parou para pensar o quão difícil é impor regras para as relações entre seres humanos? Por isso é improvável que os sistemas de carona solidária disponham de um código de conduta ou ética que cada passageiro ou motorista deve seguir.

Primeiramente, existem pessoas que fazem do serviço de carona solidária uma fonte de lucro pessoal. Normalmente elas têm um high profile nos aplicativos/sites que oferecem esse sistema e também servem de base para entender qual o padrão de procedimentos éticos que um condutor ou passageiro deve adotar.

Procure os perfis de usuários melhor avaliados, tenha uma base do comportamento deles pelos comentários que fazem em relação a eles e tente se adaptar a isso.

Você precisa estar ciente de que se ocorrer de ter uma má experiência com algum usuário da plataforma online, dificilmente o site irá se responsabilizar por isso. Provavelmente o máximo que irá conseguir é realizar uma denúncia no perfil da pessoa e fazer uma reclamação ao site.

No caso de que você precise realizar uma viagem longa com alguém, o mínimo que se exige da sua atitude ética é a educação com a pessoa que está ao seu lado. Mas lembre-se que o fato de que os principais propósitos da carona solidária sejam a ecologia e a saúde ambiental, nada impede de essa carona acabar em uma amizade.

Tente ir aos poucos, conheça o limite do outro. Se você for novo nisso, saiba que até mesmo antes da carona, quando esteja trocando uma ideia pelos comentários ou acertando os detalhes da viagem, já dá para ter uma noção de como a pessoa é ou até mesmo perguntar para ela como gostaria de ser tratada.

Lembre-se de sempre avisar algum amigo que você está saindo, repasse informações de lugar de destino e, se algo lhe resultar muito incomodo na experiência da carona solidária, denuncie o perfil da pessoa no próprio aplicativo.

 

É incrível poder adaptar a tecnologias às necessidades ambientais e econômicas do mundo. Acontece que criar um código de ética para servir de manutenção entre relações entre duas ou mais pessoas acaba sendo uma tarefa difícil. Até onde um aplicativo consegue chegar, ele irá contribuir para transmitir segurança para ambas as partes. Se a ideia lhe agradou, siga em frente!



Recomendados para você

Receba promoções em seu e-mail

Junte-se a mais de 20.000 leitores e receba preço de viagens em promoção, artigos e notícias sobre turismo alternativo.

Publicidade